O pioneiro do software antivírus foi preso pela República Dominicana e foram-lhe apreendidas armas de fogo e munições, segundo um novo relatório.

John McAfee foi libertado na quarta-feira depois de aparentemente desaparecer no início desta semana, de acordo com um tweet. Operando sua conta no Twitter na terça-feira, o seu gerente de campanha Rob Benedicto Pacifico, Juan Maria Loggia-Ramirez, disse que o McAfee foi detido pelas autoridades.

m22O pioneiro do software antivírus está em fuga desde 2012, após seu suposto envolvimento num assassinato em Belize, que ele nega. Dados escondidos em todo o mundo pelo candidato presidencial de 2020 e fabricante de uma carteira de criptomoedas “irreprimível” teriam sido revelados se ele permanecesse detido, disse a série de tweets desta semana.

O McAfee foi presa pelas Forças Armadas da República Dominicana enquanto atracava seu iate em Puerto Plata, informou a AP na quarta-feira à tarde. Múltiplas armas de alto calibre e munição foram apreendidas durante a detenção, disse a AP. Em 19 de julho, o McAfee havia twittado uma foto sua e a esposa posando com armas em seu iate.

John, Janice e sua equipe estão vivos e estão sendo liberados do confinamento“, escreveu Loggia-Ramirez na conta da McAfee na quarta-feira, acrescentando que o próprio McAfee twittará mais detalhes nesta quinta-feira.

Uns dias antes o McAfee tinha twittado fotos no seu barco posando com armas:

m11

Fonte: cnet.com

Deixar uma resposta